Perguntas Frequentes

Eu posso fumar depois de fazer implantes?

O cigarro é extremamente prejudicial a sua saúde, dentes e também implantes.

Nos implantes a nicotina age, deixando a gengiva ao redor do implante mais flácida permitido que bactérias nocivas entrem em contato com o tecido ósseo promovendo a perda óssea, diminuído a vida útil do implante.

Depois de colocar os dentes no implantes eu preciso escovar?

Sim é muito importante você limpar muito bem seus dentes com implantes para que eles sempre e estejam saudáveis e livres de infecções.

Eu vou ficar sem dente enquanto o implante osteointegra (cicatriza)?

Não na maioria dos casos é possível colocar dentes provisórios logo após a cirurgia. Desta forma o paciente não fica sem dente em momento algum.

Como realizar a higiene de uma prótese sobre implante?

Os o material mais usado para a realização da higiene de próteses sobre implantes são:

Escova dental: A escova dental apropriada é aquela com cerdas arredondadas e macias, cabeça pequena. Existem no mercado inúmeras marcas procure sempre marcas conhecidas (Colgate, Oral B, Bitufo)

Escova Elétrica: É uma excelente acessório para a escovação de dentes naturais e implantados. Hoje em dia existem escovas elétricas, com baixo custo e que usa apenas uma pilha pequena.

Fio Dental: É fundamental para a boa higiene oral, sem ele torna-se quase impossível limpar determinadas regiões dos dentes. Existem vários tipos de fio, basta você adquirir um que melhor se adapte a sua boca.(Fio extra deslizante, Fio extra Fino, Fio Fino, Fio com sabor, Fita dental entre outros)

Passa Fio: É uma agulha plástica que serve para auxiliar a utilização do fio dental em prótese fixas. Ele ajuda passar o fio dental por baixo das próteses.

O que é uma Prótese Definitiva ?

Existem vários tipos de prótese sobre implantes. Elas podem ser em resinas acrílicas, Ceromeros (são resinas fotopolimerizáveis com cargas cerâmica) , Cerâmicas (porcelanas).

Com a tecnologia que temos atualmente é possível realizar prótese utilizando scaners que reproduzem a situação do implante na boca e cria abutment, e próteses personalizadas para cada individuo, sendo fabricadas em laboratórios na Europa.(Sistema Procera). O Brasil tem esta tecnologia em laboratórios em São Paulo (In Ceran).

Próteses (dentes) podem ser presas com parafusos (figura) que são normalmente realizadas em dentes posteriores( dentes do fundo) onde a estética não é fundamental. Este sistema pode ser removido facilmente para fazer a manutenção. Ou cimentadas onde são presos com cimentos (figura), são realizadas normalmente em locais onde a estética é fundamental.

A manutenção das próteses nos dois primeiros anos devem ser feita semestralmente, após este período pode se realizar anualmente. Na manutenção das próteses sobre Implantes serão realizados raio-x , profilaxia (limpeza), substituição de parafusos quando for necessário (próteses parafusadas) entre outras.

faq f3

O que é uma Prótese Provisória

São dentes que são colocados por um curto período. Tem como finalidade aguardar até a confecção da prótese definitiva.

Também são usadas para condicionamento dos tecidos moles (gengiva) para que os dentes definitivos tenham papilas( gengiva que fica no meio do dente).

Normalmente estas próteses provisórias são feitas em resina acrílica.

O que são Abutment (Intermediários)?

São componentes de titânio que ficam dentro da gengiva e servem para ligar o implante a prótese (dente). Existem duas tipos básicos: 1– Próteses cimentadas, 2– Próteses parafusadas. São realizados na fabrica de Implantes com extrema precisão. Permitindo micro movimentos que protegem os implantes de cargas indesejáveis.

O que é um Healing Caps (Cicatrizadores)?

É uma componente que serve para expor o implante ao meio externo.

Para realizar esta manobra é necessário fazer uma micro-cirurgia, para expor o implante ao meio externo. Sendo possível nesta etapa deixar a gengiva mais bonita e saudável através de enxertos gengivais entre outros .

Esta etapa é fundamental para manter a beleza e saúde do seu sorriso.

Como se divide um dente implantado?

Basicamente podemos dividir o dente implantado em três partes: (figura)

Implante -cilindro de titânio que fica preso dentro do osso.

Abutment (Intermediários).- É a peça que liga o dente ao implante

Prótese (dente) - É o que podemos ver quando olhamos na boca.

Observe estes nomes, pois você ouvira falar muito deles durante o tratamento, facilitando sua comunicação com o dentista.

O que é osteointegração?

Osteointegração é o processo onde o osso "gruda" no implante. Este fenômeno ocorre porque o osso interpreta o cilindro de titânio como sendo osso também.

O período de osteointegração, é de 4 a 6 meses e permanece ocorrendo por toda a vida útil do implante.

Como Proceder a limpeza após a Cirurgia?

Adquira dois pinceis bem macio número 4 e 10 (Vendidos em Papelarias);

Lave-os muito bem com água corrente e sabão;

Com uma espátula ou palito de sorvete, retire um pouco do anti-séptico (receitado) do frasco, e lambuze o pincel com o gel. No caso do anti-séptico ser liquido coloque em um copinho ou xícara e encharque o pincel na solução;

Com movimentos bem suaves limpe toda a área operada, inclusive as suturas (pontos) Tomando cuidado para não removê-las.

Esta manobra deve ser realizada de três a quatro vezes ao dia, sendo fundamental antes de dormir.

Como devo cuidar dos implantes após o tratamento? Podem existir complicações relacionadas aos implantes?

Os implantes, assim como os dentes e gengivas, tem de ser muito bem limpos, utilizando-se os dispositivos (fio dental e escova) recomendados pelo seu cirurgião-dentista. A principal complicação biológica é a periimplantite (doença que acomete o osso e a gengiva ao redor do implante). Podem também ocorrer problemas relacionados a planejamentos de tratamento inadequados ou a implantes colocados em posições desfavoráveis. As complicações biomecânicas mais freqüentes são a fratura ou o afrouxamento dos pequenos parafusos que prendem as próteses. Fraturas de implantes podem ocorrer, embora sejam mais raras. O mais importante é o comparecimento regular do paciente ás consultas de manutenção para prevenir ou diagnosticar precocemente qualquer alteração.

Existe perigo de rejeição?

Não. A taxa de sucesso dos implantes osseointegráveis é alta, havendo diversos estudos científicos comprovando sua eficácia, mesmo após muitos anos em função mastigatória. Existe, porém, uma possibilidade pequena de perda do implante (não ocorrência da osseointegração), em torno de 2% a 3% dos casos, normalmente logo após o período de repouso pós-implantação. Nesses casos o implante é removido facilmente, podendo um novo implante ser recolocado no local.

Quanto tempo demora o tratamento?

Depende de cada caso. Após a colocação, os implantes permanecem em repouso por um período que varia de 02 a 06 meses, para que ocorra o fenômeno biológico da osseointegração (união direta do titânio ao osso), após o qual os implantes são descobertos e uma prótese dentária é conectada ao implante por meio de uma parte secundária denominada "abutment" ou pilar. Em casos que envolvem enxerto ósseo, o tratamento fica inevitavelmente mais longo. Em alguns casos específicos, a prótese pode ser instalada já no dia da cirurgia de implantação.

Dói muito para colocar os implantes?

Não. Obviamente trata-se de um procedimento cirúrgico e um certo edema (inchaço) é esperado, especialmente nos primeiros 05 dias pós-operatórios. O edema é tanto maior quanto maior o porte da cirurgia. Cirurgias de enxerto ósseo costumam provocar maior trauma. Entretanto, existem medicações específicas para o controle da inflamação pós-operatória, assim como antibióticos (remédios que combatem infecção) e analgésicos, que o cirurgião poderá prescrever em caso de necessidade.

É preciso realizar algum tratamento antes de colocar os implantes?

Em alguns casos sim. Deve-se eliminar qualquer processo infeccioso pré-existente na cavidade oral, ou seja, tratamento periodontal (gengival), extração de dentes com focos de infecção bem como tratamentos endodônticos (canais) devem ser realizados anteriormente à implantação. Todos esses aspectos fazem parte de um planejamento inicial realizado pelo profissional, que deve ser discutido abertamente com o paciente antes do início do tratamento.

Por que alguns pacientes precisam de enxertos ósseos?

A necessidade de enxertos ósseos é freqüente. Eles podem ser feitos em uma cirurgia prévia à implantação e, nesse caso, os implantes serão colocados após um período de cicatrização de 06 a 12 meses. Quando possível, o enxerto é realizado na mesma cirurgia de colocação dos implantes.

Qualquer pacientes pode receber implantes?

Praticamente todos os pacientes em bom estado geral (que não apresentem doenças de ordem médica) podem receber implantes dentários. Alguns fatores podem influenciar no sucesso do tratamento, como, por exemplo, o fumo e a diabetes, devendo ser avaliados previamente. O procedimento de implantação oral é um ato cirúrgico e uma adequada avaliação é necessária antes de qualquer cirurgia bucal.

O que são implantes dentários?

Implantes dentários osseointegráveis são parafusos confeccionados em titânio puro que podem ser colocados dentro dos ossos maxilares, funcionando como fixação para diferentes tipos de próteses dentárias: de um único dente, de vários dentes, ou até mesmo de todos os dentes. Os pacientes costumam confundir implantes com próteses fixas; na realidade, implantes servem para substituir as raízes dos dentes, em situações de perda ou impossibilidade de aproveitamento destas.

Cadastre-se e recebe informações e novidades da nossa clínica.
logo1